Notícias

Padre Marcos realiza Conferência e discute os avanços e desafios do SUS; veja fotos

18/08/2017

O município de Padre Marcos realizou nesta quarta-feira (2), no auditório da Câmara Municipal, a VIII Conferência Municipal de Saúde, fórum participativo organizado pelo Conselho Municipal de Saúde, com o apoio da Prefeitura Municipal e da Secretaria de Saúde.

O evento contou com as presenças de representantes dos poderes públicos do município, de diversos segmentos da sociedade civil organizada, servidores e profissionais em saúde, dentre outras categorias. Na pauta, os avanços e os desafios do Sistema Único de Saúde no fortalecimento da Atenção Básica.

A abertura foi feita pela secretária municipal de Saúde, Maria Lúcia, que destacou a importância da Conferência. “É através a Conferência que a sociedade civil e demais segmentos se manifestam, analisando, discutindo e elaborando proposições que servirão de subsídio para a elaboração do Plano Municipal de Saúde de Padre Marcos”, disse.

Para a secretária, a Conferência é mais que um instrumento legal. “É um compromisso do gestor público com as necessidades da população na área da saúde, uma oportunidade de crescimento e fortalecimento na busca de um serviço de saúde de qualidade e um município melhor para se viver”, pontuou.

Enfatizando o tema central da Conferência, em seu pronunciamento, o prefeito José Valdinar citou os desafios enfrentados pelo município no setor da saúde diante da crescente demanda e o congelamento do financiamento, e afirmou que o seu desejo era que o SUS previsto em lei fosse, de fato, cumprido. “Meu desejo era que o SUS não fosse uma espécie de fantoche, mas que realmente chegasse a todas as famílias, principalmente, as que mais necessitam”, pontuou.

O gestor definiu a Conferência como um momento ímpar. “Hoje é uma oportunidade para nós fazermos o diagnóstico da saúde local, colocar as dificuldades do município e elaborar propostas para melhorar, não só no município, mas a nível regional e estadual”, disse, defendendo investimentos na regional de Picos, como a instalação de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) no Hospital Regional Justino Luz, para atender as 40 cidades da região.

O presidente do Conselho Municipal de Saúde, Daniel Junior, também focou sua fala nos desafios do Sistema Único de Saúde. Segundo ele, a teoria e a prática do SUS estão distantes. “O SUS, um dos maiores sistemas de saúde pública do mundo, está apenas no papel. Infelizmente a política brasileira transformou e criou diversos fatores que acabam impedindo o funcionamento do SUS”, disse, citando, dentre outros, o excesso de burocracia no país, a falta de humanidade e o fator político.

Após a cerimônia de abertura, foram realizadas duas palestras. A enfermeira doutoranda, Milena Leal, apresentou o diagnóstico situacional da saúde no município, apresentou diversos dados, como o número de profissionais na rede municipal de saúde, os programas implantados, elencando as principais ações e serviços ofertados à população. A palestrante mostrou, também, as realizações da gestão em diversas áreas ao longo de sete meses. “Padre Marcos avançou muito nos últimos meses e tem se destacado em suas ações, serviços e obras públicas em prol do desenvolvimento do município e da qualidade de vida da população”, afirmou.

Em seguida, a farmacêutica Agda Érica, que também é diretora do hospital local, ministrou a palestra magna da Conferência Municipal de Saúde, “Avanços e desafios do SUS: no fortalecimento da atenção básica”. A palestra foi interativa e norteou os trabalhos em grupo, onde os participantes puderam discutir os três eixos e elaborar propostas.

 

A última etapa da Conferência foi a plenária, onde foram apresentadas as proposições elaboradas pelos grupos de trabalho. Ao término, os participantes receberam os certificados conferidos pela Secretaria Municipal de Saúde e o Conselho Municipal de Saúde.

Também estiveram presentes a presidente da Câmara Municipal, Emanoela Conrado, a primeira dama Edilene Silva, os vereador José Bonifácio e Antônio Francisco Chiquinho, os secretários municipais Maria Lucicleide (de Assistência Social), Irmão Elton (de Agricultura), Eraldo Carvalho (de Educação), Orlândio Carvalho (de Finanças), o enfermeiro Ronald Martan, representando a Atenção Básica.

Veja mais imagens da Conferência:

De 0 a 10, quanto você avalia nosso site?